a família é uma fabrica de gente

Começa com pai e mãe, mas transcendem dos ancestrais com sua própria cultura e formas de solucionar seus problemas. Após a formação desses fortes vínculos iniciais, entram também as pessoas que também vivem o cotidiano: avós, irmãos, padrastos, madrastas, professores, amigos, educadores, médicos entre outros. O bom desenvolvimento da criança é a resultante de adequados vínculos familiares e sociais. Se o meio familiar fica "poluído" aparece à doença que nunca é exclusivamente física ou psíquica.

Várias das patologias sociais que crescem nos dias de hoje, são decorrentes de falta de atenção á primeira infância e de todo contexto que a criança se insere na família e na sociedade. Pensando nisso, o Instituto da Família destina-se a constituir-se num polo de capacitação de pediatras para adquirir esse novo olhar para que a consulta se torne um local onde se atenda a criança e a família de um modo integrado e integral. "Os profissionais que lidam com crianças, em especial os pediatras, identificam apenas 10 a 20% dos transtornos psicoemocionais que aparecem nos serviços onde trabalham. Significa que de 80 a 90% destes transtornos ficam sem diagnóstico e tratamento." –DATASUS- Base de dados do SUS.

"Uma em quatro famílias tem pelo menos um membro que sofre atualmente um transtorno mental ou comportamental."


Fale conosco